quarta-feira, 5 de março de 2008

Mon bien aimé avec Dominique


Amigos...

A hora é de virar a página.
Tirar o luto...
Abrir a caixa onde guardara o sol.
Que ele arda seu fogo contra o azul celeste.
Já não me incomoda.

Mais de um ano sem porquês...
E não havia porquês.
Não me dera conta...

E com a neve do outro lado do hemisfério,
Meu coração viu-se batendo acelerado, aquecido,
Meu corpo desperto... Minha alma adormecida.

Olhos de azul profundo sobre a neve branca...
Que me enxergaram mais além...

Mãos sobre minha pele entorpecida.
Que me tocaram como ninguém..

Soltem os cães para que corram na relva verde e ladrem.
Que em revoadas, pássaros brinquem no céu em seu alvoroço.
Que as estrelas retomem seu brilho e ofusquem tudo com seu esplendor.

No amanhecer de um novo amor.

Ah mon bien aimé...
Je suis naufrage dans tes yeux.
Ah mon bien aimé...
Quels yeux tes yeux.


Vinni.

Ilha, em 04 de março de 2008.

2 comentários:

mirellinha disse...

Vinni....

Só vc mesmo....Para me mandar um poema desses..e. a louquinha aki não reconhecr....que era de vc!!!!!!!1
Um homem espetácular! TE ADORO!!!!!!!
Estas LINDO nessa foto.beijos Mi

Anônimo disse...

Amigo, gostaria de "gritar" aqui:

"FINALMENTE MEU AMIGO ENXERGOU E VAI SER FELIZ!! ELE MERECE!!!"
Mas não posso dizer quem eu sou. Ia ser problema né?

Beijo muito carinhoso e parabéns.
Todos os que te amam(e são muitos) torciam para que alguém, com vc mesmo diz,"Despertasse o seu corpo e adormecesse a sua alma ."

Vinni, você merece muito mais...
carinho, daqueles com os dedos na bochecha. hahaha

Não mude. Teus carinhos são tão...teus.